Implante no cérebro faz frango agir como codorna

Notícia antiga da Folha de São Paulo:

“Pesquisadores dos EUA descobriram que as aves já nascem sabendo reconhecer a voz da mãe. Para demonstrar sua hipótese, fizeram um experimento que deixaria o dr. Frankenstein morrendo de inveja: transferiram a região do cérebro responsável por esse reconhecimento de embriões de codorna para embriões de galinha. O resultado foi que os pintinhos, ao nascer, passaram a confundir o som de uma mãe-codorna com o de uma galinha.

(…)

Embora muito já tenha sido discutido, especialmente entre geneticistas e psicólogos, sobre se alguns traços de comportamento possam ser inatos, o experimento de Balaban é o primeiro a demonstrar isso. “Achamos que o mesmo pode se aplicar a outras espécies, incluindo primatas”, afirmou o pesquisador.

Para Balaban, o objetivo de estudos como esse é descobrir qual é o verdadeiro significado de palavras como “inato” e “pré-programado”. “Não sabemos ainda que biologia existe por trás disso”, afirmou. “Esse experimento mostra que a distinção entre “inato” e “adquirido” não tem nenhum sentido“

Leia tudo em Folha Online – Ciência – Implante no cérebro faz frango agir como codorna – 19/04/2001 05h48.