conhecimento solidário

      5 comentários em conhecimento solidário

A expressão “economia solidária”, certo dia, remeteu-me ao título acima. Eu estava pensando que a informação, se fosse uma pessoa, não ficaria feliz sendo aprisionada. A informação quer circular por aí, faz parte de sua natureza. Mas não consegui imaginar uma forma simples de caracterizar princípios do conhecimento solidário.

Hoje, ao buscar o significado do termo “copyleft” no wikipedia, acabei descobrindo os principios da licença GPL, utilizada no Linux, por exemplo. Veja só que coisa bonita:

“a GPL baseia-se em 4 liberdades:

  1. A liberdade de executar o programa, para qualquer propósito (liberdade nº 0)
  2. A liberdade de estudar como o programa funciona e adaptá-lo para as suas necessidades (liberdade nº 1). O acesso ao código-fonte é um pré-requisito para esta liberdade.
  3. A liberdade de redistribuir cópias de modo que você possa ajudar ao seu próximo (liberdade nº 2).
  4. A liberdade de aperfeiçoar o programa, e liberar os seus aperfeiçoamentos, de modo que toda a comunidade se beneficie deles (liberdade nº 3). O acesso ao código-fonte é um pré-requisito para esta liberdade.”