Como vender remédios sem precisar de médicos nem de remédios?

Placebo, propaganda e a utilidade da mentira

Agora os inteligentes empreendedores americanos inventaram mais uma forma de explorar a burrice mundial. Vender placebo como se vende remédio. E com argumentos curiosos, veja só o que diz a BBC.

Jennifer Buettner, da companhia Efficacy, que fabrica o comprimido Obecalp (“placebo” soletrado ao contrário), afirma que existem planos para fazer propaganda dos comprimidos na Grã-Bretanha. Buettner diz que os comprimidos de sua companhia estimulam o corpo a “se curar sozinho

Pois é. O cara vende bala num pote de remédio, pra ficar mais caro, e ainda vem com esse papinho politicamente correto. E pro mundo todo! E o pior: funciona! É impressionante.

Claro que muitos se contrapõem a esta proposta, mas isto não faz a menor diferença:

Apesar de os médicos americanos não poderem receitar placebos para seus pacientes, nada proíbe as propagandas que mostrem os comprimidos como suplementos de saúde. Cada frasco com 50 comprimidos já é vendido por US$ 6 nos Estados UnidosLeia mais

Brilhante! Os caras inventaram uma forma de vender remédios sem precisar de médicos nem de remédios! É uma obra-prima da ausência de sentido do mundo capitalista! E tudo graças a esta belíssima invenção do capitalismo, a propaganda, e graças também à inteligência (ou não) das pessoas.