Colonização portuguesa e inglesa: a humilhante derrota da “invencível armada”

Muita gente diz que o problema do Brasil é que foi colonizado por portugueses e não por ingleses. Eu nunca levei isso a sério e ainda não levo. Mas não deixei de lembrar da frase quando li sobre a derrota da super armada espanhola (e portuguesa) em 1588. E quem ajudou a derrotar os portuga foi são pedro. Ou melhor, a falta de planejamento e conhecimento da realidade alheia. Vejam só (fonte: wikipedia, Invencível Armada)

Rota da Invencível Armada.

“A “Invencível Armada” saiu de Lisboa a 28 de Maio de 1588, com 130 barcos, 8 mil marinheiros e 18 mil soldados. O plano era destruir a frota inglesa que guardava o Canal da Mancha e posteriormente escoltar o exército do Duque de Parma, de 30 mil soldados, que aguardava nos Países Baixos Espanhóis. Só após 15 dias os espanhóis conseguiram avistar a Inglaterra. Durante este tempo, a falta de vento na costa portuguesa e uma tempestade junto ao cabo Finisterra, separou a Armada. Durante alguns dias, em pleno Canal da Mancha, as frotas estudaram-se uma à outra sem atacar, atracando a esquadra espanhola em Calais. Os ingleses, comandados pelo célebre corsário Francis Drake, mantinham-se imediatamente atrás deles, a pouca distância. Às duas da manhã da segunda-feira seguinte preparava o Conselho de Guerra inglês seis urcas velhas — os navios-fogo — que abarrotou de combustível e enviou para o seio da esquadra espanhola, cada uma com seu piloto, que as iriam dirigir, com o auxílio da maré. Uma vez bem próximo do centro da esquadra eram ateadas as barcas, fugindo os pilotos nos seus batéis.

A esquadra espanhola perdia assim a coesão e via-se reduzida a menos de metade dos navios, que conseguiriam escapar contornando as costas da Escócia e Irlanda, uma atribulada viagem que sofreu as tempestades de Setembro, típicas na região, que contribuíram para a decadência da frota. Esta humilhante derrota teria também grandes repercussões para Portugal.”