Cidadãos presos por denunciarem a caça ilegal às baleias no Japão

Diz o Greenpeace (20/06/2008):

Ativistas do Greenpeace detidos no Japão revelaram irregularidades que colocam em xeque todo o programa baleeiro japonês.

Dois ativistas do Greenpeace foram presos no Japão acusados de roubar um pacote com carne de baleia do navio-fábrica Nisshin Maru. Junichi Sato, 31, e Toru Suzuki, 41, participaram das investigações realizadas pelo Greenpeace que revelaram em maio um grande esquema de contrabando de carne de baleia. O escândalo traz indícios de participação de altos funcionários do governo japonês e está sendo investigado pela Promotoria Pública de Tóquio.

Se quiser, você pode assinar uma petição online para libertação dos ativistas.