Celso Amorim no roda viva

      Nenhum comentário em Celso Amorim no roda viva

Na minha opinião, mandou muito bem o ministro das relações exteriores. Os entrevistadores estavam especialmente “malas”, entre as perguntas retóricas intermináveis de Demétrio Magnoli e os risos sarcásticos de Lourival Sant’anna.

A tribuna perguntava, de diversas formas, porque o Brasil não agia de maneira “economicamente inteligente”, como os Estados Unidos (leia-se, de forma imperialista na américa latina ou no hemisfério sul).

E em cada caso particular a resposta do diplomata chegava sempre na mesma finalidade: PAZ, entendimento entre os povos. E sem ser em detrimento da economia.