A favor da maioridade kantiana!

      Nenhum comentário em A favor da maioridade kantiana!

Não resisti à piada, que na verdade vem bem a calhar neste momento de barbáries em ebulição. Dizia o filósofo:

Esclarecimento é a saída do homem de sua menoridade, da qual ele próprio é culpado. A menoridade é a incapacidade de fazer uso de seu entendimento sem a direção de outro indivíduo.

O homem é o próprio culpado dessa menoridade se a causa dela não se encontra na falta de entendimento, mas na falta de decisão e coragem de servir-se de si mesmo sem a direção de outrem.

Atreva-se a conhecer! Tenha coragem de fazer uso de teu próprio entendimento, tal é o lema do esclarecimento.

Immanuel Kant, “Resposta à pergunta: o que é esclarecimento”


OBS: sobre a redução da maioridade penal, mais uma das barbáries em ebulição, escrevi um outro texto, que sintetizo abaixo:

  • Os jovens brasileiros são muito mais vítimas da violência do que geradores dela. Eles são nosso futuro. Por isso, o caminho para a paz social envolve educação e redução da desigualdade, especialmente para os mais novos.
  • As prisões brasileiras estão com 171% de vagas ocupadas, isso nos dados oficiais (provavelmente é pior). Grandes empresas estão com água na boca.
  • A transparência e eficiência da justiça em relação às ações policiais ainda tem muito o que caminhar e se livrar dos resquícios da ditadura militar. Isso quer dizer que muita gente (pobre, claro) que foi presa sequer cometeu algum crime, e espera na cadeia para ser adequadamente julgada (ou não).
  • Mesmo dos que cometeram crimes, quais deles precisam realmente ser privados de liberdade? Quais representam perigo à sociedade? Roubar um prato de comida para os filhos pode te botar na cadeia.
  • Lugar de adolescente é na escola. E a cadeia é a escola do crime.