Conhecimento tradicional do cérebro

      Nenhum comentário em Conhecimento tradicional do cérebro

A neurociência está em plena ascenção e, mesmo assim, ainda não se sabe porque o lítio tem o efeito de “estabilizador emocional” que, empiricamente, se conhece desde o início do século XX. É assim mesmo, a ciência é essencialmente empírica. E enquanto muita gente paga fortunas por uma “terapia neural”, seja por sons, cores, campos magnéticos ou uma salada mista, o conhecimento tradicional mostra porque tem esse nome.

Como se sabe o ayahuasca é um chá utilizado em rituais religiosos por índios e povos de toda a américa do sul. Alguns cientistas costumam ter uma visão cética em relação a outras formas de conhecimento. Uma espécie de “dogmatismo” disfarçado de “escolha metodológica”. Outros cientistas buscam investigar os diversos aspectos da natureza, e assim podem descobrir coisas interessantes. Como por exemplo as “bases neurais” do funcionamento deste chá.

Vi, no wikipedia, o mecanismo pelo qual a ayahuasca interfere no cérebro, e fiquei fascinado com a sabedoria da sabedoria popular (e isto porque ainda pode haver outros mecanismos desconhecidos). Veja só:

Ayahuasca, nome quechua de origem inca, refere-se a uma bebidadecocção de duas plantas nativas da floresta amazônica: um cipó sacramental produzida a partir da Banisteriopsis Caapi e folhas de um arbusto Psychotria viridis. (…)

Espiritual ou não, a propriedade psicoativa da Ayahuasca se deve à presença, nas folhas da chacrona, de uma substância enteógena (alucinogéna, para outros autores) denominada N,N-dimetiltriptamina (DMT), produzido naturalmente (em doses menores) no organismo humano. O DMT é metabolizado pelo organismo por meio da enzima monoamina oxidase (MAO), e não tem efeitos psicoativos quando administrado por via oral. No entanto, o caapi possui alcalóides capazes de inibir os efeitos da MAO: harmina e harmalina (antigamente conhecida como telepatina), principalmente. Desse modo, o DMT fica ativo administrado por via oral e tem sua ação intensificada e prolongada.

Leia mais